Partido de Wagner estuda adesão à base de apoio a Lula no Congresso



 


O União Brasil, partido do deputado federal Capitão Wagner, estuda a adesão à base de apoio do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O presidente nacional da legenda, Luciano Bivar, se reuniu com a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e encaminhou conversas para um possível acordo. As informações são do jornal O Globo.

Bivar afirmou que enxerga o futuro governo “grande simpatia” e disse que o União Brasil tem uma “dívida” com a esquerda por ter sido o campo que mais resistiu às “fustigações antidemocráticas”.

A declaração desagradou bolsonaristas do partido, que rejeitam a possibilidade de aliança com Lula. No Ceará, por exemplo, a deputada federal eleita Dayany Bittencourt (UB), esposa de Capitão Wagner, sinalizou que estará no bloco contrário ao futuro governo.

“Fui eleita deputada federal pelos cearenses para ser oposição. Vou seguir a minha coerência política na Câmara dos Deputados sendo uma oposição responsável e propositiva”, assinalou ela em entrevista ao O POVO.

Postar um comentário

0 Comentários