CBF aceita esperar até junho para contratar técnico italiano Carlo Ancelotti




Com o fim do ciclo de Tite após a eliminação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Catar, a CBF busca um novo técnico para assumir na próxima temporada. Dentro da entidade, Carlo Ancelotti é o grande favorito para substituir o treinador que ficou seis anos no cargo.

Segundo apurou a Gazeta Esportiva, ainda não houve propostas, mas a direção da CBF vai intensificar conversas para formalizar uma oferta pelo treinador italiano. A entidade aceita aguardar o final da temporada europeia para contar com o técnico que dirige o Real Madrid.

A proposta formal da CBF só seria concretizada depois das conversas iniciais, caso haja entendimento de que Ancelotti estaria disposto a assumir a Seleção Brasileira.


Caso o treinador italiano aceite a proposta para assumir a partir do fim de junho do próximo ano, algum técnico das categorias de base da seleção brasileira ficaria no cargo de maneira interina. Este nome pode ser o de Ramon Menezes, que hoje comanda o sub-20.

Neste período, o treinador interino dirigiria a seleção principal durante a data Fifa, entre o fim de março e o começo de abril. Os adversários não estão definidos, mas a tendência é de que sejam dois amistosos.

Ainda que Carlo Ancelotti aceite a proposta, a CBF teria que encaminhar a saída do treinador do Real Madrid, já que o italiano tem contrato com o clube espanhol até junho de 2024.

Caso não haja acerto com o Ancelotti, um nome brasileiro é estudado como plano b. Dessa forma, o técnico Fernando Diniz sai na frente na disputa, sendo bem avaliado por jogadores e dirigentes.

Seleção mais próxima do país

Dentro da CBF, a expectativa é de que a Seleção Brasileira esteja mais próxima do país a partir do próximo ano. O contrato com a Pitch, empresa que explora os direitos comerciais dos amistosos, se encerra no fim de 2022 e não deve ser renovado.

A CBF, que já se mostrava incomodada com a empresa, quer tentar aproximar a Seleção dos torcedores, marcando mais jogos em território brasileiro. Assim, as partidas amistosas previstas para a data Fifa de março e abril já podem ser disputadas no país.


O Povo

Postar um comentário

0 Comentários