Movimentação de passageiros nos aeroportos regionais do Ceará cresce 97% em comparação com 2021





O ano de 2022 registrou um aumento significativo na movimentação de passageiros nos dez aeroportos regionais sob jurisdição da Superintendência de Obras Públicas (SOP). De janeiro a dezembro, um total de 328.157 pessoas embarcaram e/ou desembarcaram nos equipamentos. Isso representa um crescimento de 97,66% na comparação com 2021, que teve 166.016 movimentos de embarque/desembarque.

O Aeroporto Comandante Ariston Pessoa, de Jericoacoara, segue como o de maior fluxo. Foram 312.353 passageiros. Na segunda posição, figura o Aeroporto Dragão Mar, em Canoa Quebrada (Aracati), com 3.304 passageiros. A demanda constante nessas unidades se deve sobretudo ao turismo no litoral cearense, que é âncora para o fomento à aviação regional.

Os aeroportos de Jericoacoara e de Canoa Quebrada contam com oferta regular de voos comerciais, ampliando as possibilidades de rotas para quem visita o Ceará em busca das praias mais populares do estado. Enquanto o terminal de Jericoacoara tem oferta de voos das empresas Azul, Gol, Latam e Voepass para Fortaleza, Parnaíba (PI), Guarulhos (SP), Confins (MG) e Campinas (SP), em Canoa Quebrada estão disponíveis viagens pela Azul com ligação com Fortaleza.

Já sobre a movimentação de aeronaves, observou-se em 2022 um fluxo 38,20% maior que em 2021, com um total de 9.653 pousos e decolagens, enquanto em 2021 foram 6.985.
Infraestrutura aeroportuária otimizada

No intuito de manter essas projeções de crescimento, o investimento em manutenção, modernização e segurança dos aeroportos regionais é contínuo. As ações buscam aplicar melhorias e adequações das instalações em consonância com as normas técnicas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e investir em novos equipamentos para tornar mais eficiente as operações aeroportuárias.

Neste início de 2023, os trabalhos se concentram em melhorias nos aeroportos de Iguatu e São Benedito. Em seguida, estão previstas reformas para o Aeroporto de Aracati, que deve receber nova coberta e cercamento no decorrer do ano.

Postar um comentário

0 Comentários