Funceme prevê possibilidade de chuva em todo o Ceará até quarta, 5





O Ceará deve ter eventos de chuva em todas as regiões do Estado pelo menos até a próxima quarta-feira, 5, de acordo com previsão da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Os maiores acumulados de chuva são esperados para os municípios do Centro-Norte, onde nesta segunda-feira, 3, já houve registros de precipitações desde as primeiras horas da manhã. Redenção (81.5 mm), Cruz (78 mm) e Quixeré (75 mm) foram as cidades com maior volume de chuva, das 7 horas de domingo até as 7 horas desta segunda-feira. Na Capital, o índice pluviométrico foi de apenas 38 mm, suficiente para causar alagamentos em vários pontos da cidade.


Para os próximos dois dias (terça-feira, 4, e quarta-feira, 5), o balanço meteorológico da Funceme aponta predominância de céu nublado a parcialmente nublado em todo o Estado, com possibilidade de chuva a qualquer hora do dia. Segundo a meteorologista Meiry Sakamoto, as condições favoráveis para o registro de novas precipitações decorrem de uma mudança no posicionamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema indutor de chuvas neste período do ano. “Essas previsões [de chuva] são resultado de um leve deslocamento da Zona de Convergência Intertropical, que agora se posiciona em dois graus ao sul da linha do equador”, explica.

Atualmente, a ZCIT está posicionada mais à costa Norte do Ceará, condição que colabora para o registro de chuvas mais abrangentes e de maior intensidade, assim como as que foram registradas hoje nos municípios da faixa litorânea, Ibiapaba e no Maciço de Baturité.

Na imagem abaixo, captada pelo satélite geoestacionário GOES-Leste, da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (CIRA/EUA), é possível identificar a formação de nuvens de chuva sobre toda a área do Estado do Ceará, que passa por instabilidade atmosférica em virtude da proximidade da ZCIT.

Abaixo da média


A previsão de chuvas para a primeira semana de maio em todas as regiões do Estado renova as esperanças de que o encerramento da quadra chuvosa, que começou em fevereiro e se estende até o fim deste mês, pode ser marcado por bons volumes de precipitações. Entre fevereiro e abril, o índice pluviométrico registrado pela Funceme no Ceará (440,6 mm) ficou 13,6% abaixo do que era esperado para o período (509 mm). Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, quando foram registrados 548,8 mm, o desvio negativo chega a 19,7%.


O Povo

Postar um comentário

0 Comentários