Golpistas usam WhatsApp para cobrar por serviços em hospitais públicos do Ceará





Estelionatários estão usando aplicativos de mensagem como o WhatsApp para cobrar até R$ 2,5 mil por serviços de saúde em hospitais públicos do Ceará, de acordo com a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Uma das unidades alvo dos golpistas é o Hospital Regional Norte (HRN), no município de Sobral, a 245 km de Fortaleza.

Conforme a Sesa, as principias vítimas são pacientes que procuram exames. Uma das mensagens do criminoso passa informações aos pacientes sobre duas tomografias e em seguida dados da conta-corrente da suposta proprietária da clínica.

"Seguem os dados referentes às duas tomografias computadorizadas de imagem. Seguem os dados da dona da clínica", diz a mensagem.


A Secretaria da Saúde do Ceará disse em nota que as unidades hospitalares da Rede Estadual não utilizam perfis em aplicativos de mensagens para pedir ajuda financeira para realização de procedimentos.

A pasta alertou que o caso se trata de golpe. Caso algum paciente receba a mensagem, a recomendação da Secretaria da Saúde é o registro de um boletim de ocorrência no site da Polícia Civil.

Todos os serviços de saúde, exames, procedimentos e insumos das unidades públicas de saúde (SUS) são gratuitos.




G1

Postar um comentário

0 Comentários