Libertadores: Fortaleza enfrenta o Estudiantes na Arena Castelão



 


O Fortaleza inicia nesta quinta-feira (30), o tão esperado confronto das Oitavas de Final da Libertadores. Depois de uma campanha de recuperação na 1ª Fase, conquistando 7 dos últimos 9 pontos, o Leão garantiu vaga na vice-liderança do Grupo F e chega com moral para fase mata-mata, reavivando o sonho continental. E o jogo de ida, às 21h30, no Castelão é diante de um dos mais fortes clubes argentinos: o Estudiantes de La Plata. O jogo de volta será no dia 7 de julho, na Argentina, também às 21h30.

Momento do Leão

Se o Tricolor de Aço fez campanha histórica e garantiu vaga no mata-mata da Liberta logo em sua primeira participação, o brilho continental é dividido com a preocupação pela campanha na Série A do Brasileiro. O clube está na última colocação com apenas 10 pontos em 14 rodadas e a derrota no último sábado de virada para o Atlético Mineiro por 3 a 2 deixou o clima ainda mais carregado.

Diante do Galo no Mineirão, o Leão atuou praticamente completo, e aí reside a incógnita sobre a formação a ser utilizada por Vojvoda: escalará a força máxima pelo peso que a Libertadores tem ou guardará forças para a Série A, com um confronto direto contra o Coritiba no domingo fora de casa?

Sem desfalques por suspensão, Vojvoda não terá dois jogadores importantes: o defensor Tinga e o atacante Robson. O zagueiro passou por cirurgia no pé esquerdo e o atacante está com um estiramento do ligamento colateral medial do joelho esquerdo.

Seja qual for a formação tricolor, apoio não irá faltar: mais de 38 mil torcedores na Arena Castelão estão confirmados e devem empurrar o Leão para outro feito histórico.

O meia Lucas LIma, que voltou ao time titular diante do Galo pela Série A, destacou a importância do jogo para o Leão.

"Não estamos aqui por acaso. Estamos porque temos méritos, com uma grande equipe, um grande treinador. Nossa equipe é muito perigosa e a gente tem tudo para fazer história. A postura da nossa equipe mudou, então vão ver uma equipe muito forte, muito focada naquilo que quer e, sem dúvidas, com apoio da nossa torcida, fazer um grande jogo", disse.

Como chega o Estudiantes

O time argentino fez uma grande 1ª Fase, se classificando como líder de um grupo que tinha Vélez Sarsfield, Nacional do Uruguai e Bragantino. Foi primeiro do grupo com 13 pontos jogando um futebol vistoso e competitivo.

Esse jogo foi visto no início da Liga Profissional Argentina, mas a equipe de Ricardo Zielisnky caiu de rendimento e soma duas derrotas contra Independiente e Newell's Old Boys, por 2 a 1 e 2 a 0, respectivamente.

O duelo contra o Tricolor do Pici pode ser a retomada do time argentino na temporada. Para o técnico Zielisnky, a postura do elenco diferirá da mostrada nos últimos confrontos.

“No Brasil vamos ter um jogo totalmente diferente do que estávamos a ter, a cabeça está lá. Estudamos o Fortaleza. Estamos confiantes que vamos fazer um bom jogo para vencer. Somos uma equipe competitiva que dá 100% onde quer que jogue”, disse em entrevista coletiva pré-jogo nesta segunda-feira (27).

Para a partida, o Estudiantes deve manter a base utilizada nos confrontos, com destaque para o atacante Mauro Boselli, ex-Corinthians, artilheiro do time na temporada com 13 gols.

Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários