Pai de Camilo, sobre Ciro: "Está se sentindo, por falta de equilíbrio, desmoralizado"



 Eudoro também atribui a Ciro a ausência de Cid Gomes do processo



Pai do ex-governador Camilo Santana (PT), o ex-deputado Eudoro Santana comentou as críticas do candidato a presidente Ciro Gomes (PDT) ao petista. Em entrevista exclusiva ao O POVO, Eudoro disse do respeito que tem pelo pedetista, mas cobra equilíbrio dele.
"Ele está se sentindo, por falta de equilíbrio, talvez, desmoralizado porque não vai conseguir disputar como imaginava, como uma terceira via, por razões do contexto político", disse Eudoro ao colunista do O POVO Henrique Araújo. "É uma pessoa preparada, tem um grande valor, poderia ser um grande presidente, mas, para chegar a isso, precisa ter minimamente equilíbrio para agregar e não desagregar", acrescentou Eudoro sobre Ciro.

Ele também comentou sobre a ausência do senador Cid Gomes (PDT), cuja falta Eudoro acredita estar sendo determinante. Ele aponta que Cid não teria participado por causa da atuação de Ciro Gomes. Leia na coluna de Henrique Araújo.

A entrevista na íntegra estará disponível nesta quarta-feira, no O POVO.


O Povo

Postar um comentário

0 Comentários