Médico condenado por estuprar criança em Jijoca é preso dois anos após o crime





De acordo com a Polícia Civil, a vítima, de 11 anos, brincava com cachorros na casa de um vizinho quando o médico de 65 anos se aproveitou da ausência de outras pessoas e cometeu o crime, em Jijoca de Jericoacoara.



Um médico de 65 anos condenado por estupro de vulnerável contra uma criança de 11 anos foi preso nesta quinta-feira (25) no município de Mulungu, no interior do Ceará. O crime foi cometido em 2020, em Jijoca de Jericoacoara, quando a vítima brincava com cachorros na casa de um vizinho.

De acordo com a Polícia Civil, na época do ocorrido, o médico viu a menina brincando e se aproveitou da ausência de outras pessoas para cometer o ato criminoso. 

A criança conseguiu fugir e relatou o caso à sua mãe que procurou imediatamente as autoridades policiais.

Após a conclusão do inquérito, o homem foi condenado e o Poder Judiciário expediu um mandado de prisão em desfavor dele. 

Ele já possuía antecedentes criminais por ameaça e injúria.

Os investigadores conseguiram encontrar o médico e o prender. Ele agora se encontra à disposição da Justiça.

A Polícia Civil informou que não vai divulgar o nome do homem devido a relação de proximidade dele com a vítima, e assim preservá-la.




G1

Postar um comentário

0 Comentários