Turista morreu em 'duna perigosa' de fiscalização 'difícil', diz secretário




O adolescente de 15 anos que dirigia o carro envolvido no acidente que deixou uma turista de 35 anos morta na Duna do Guriu, em Camocim (CE), na manhã de ontem, não tinha autorização para dirigir o veículo no local. A informação foi dada pelo secretário de Turismo do município, Ricardo Vasconcelos.

Segundo ele, o grupo de seis turistas de Mato Grosso envolvido no acidente contratou o rapaz, que se passou por guia, em Jijoca de Jericoacoara, município vizinho, de onde a maioria das viagens para Camocim sai.

"Eles pegaram esse guia, que não é um guia, é um menor, em Jericoacoara, e vieram com aquele carro, que não é feito para subir naquela duna. Então foi uma série de erros causada pelo próprio guia, pelo motorista. Pelo jeito que desceram a duna, vieram um pouco de lado e capotaram", afirma o secretário em entrevista ao UOL.

"Aquela duna ali é uma duna de aproximadamente 10 metros de altura, elas são dunas móveis, que o vento joga 'para lá e para cá'. De fato, ali foi uma fatalidade, uma falta de experiência total", diz.

Ele lembra que os 62 quilômetros de costa que Camocim tem são muitas vezes adentrados por carros que vêm de Jijoca de Jericoacoara, município vizinho, de onde o grupo de turistas de Mato Grosso partiu.

"É difícil controlar o fluxo pelo lado de Jericoacoara, é preciso ter um arsenal de suporte. A gente tem que ter muito cuidado e atenção na hora de dar um selo para a pessoa trabalhar, porque a gente sabe da complexidade do local. Em Camocim fazia mais de cinco anos que gente não tinha acidente de trânsito naquelas dunas. Porque aqui a gente conta no dedo quem vai se qualificar, passar por curso, mas como a gente faz limite com outros municípios, não podemos impedir ninguém de entrar. Agora a gente pretende fazer isso", afirma o secretário.

Segundo ele, a ideia do município é de que a partir dos próximos meses, todos os veículos que entrem nas praias locais sejam cadastrados.

Socorro prestado às vítimas

O secretário afirmou que recebeu a primeira mensagem sobre a ocorrência às 10h42, 12 minutos após o acidente ocorrer, por testemunhas que estavam na duna. Na ocasião, uma equipe de um posto de saúde foi até o local e constatou o óbito de Danúbia Daiane Reis, 35.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, assim como ambulâncias do município de Jijoca de Jericoacoara (que levariam menos tempo para chegar no local do que as que estavam no centro de Camocim, segundo ele) e a perícia, que retirou o corpo da vítima da área às 18h.

As outras seis vítimas do acidente (incluindo o motorista, de 15 anos, que quebrou o braço), tiveram fraturas e foram encaminhadas a hospitais locais. Uma das mulheres socorridas, de 28 anos, apresentou complicação no quadro de saúde, sendo encaminhada de Jericoacoara para Camocim e, à noite, para o município de Sobral.

O marido de Danúbia, Kelvin Vittorazzi, estava consciente no momento em que foi socorrido e perguntou pela esposa após o acidente. "O paramédico viu que ele estava muito nervoso e afirmou que ela estava ali e só tinha quebrado a perna. É uma situação muito triste", lembra.

O secretário não soube informar se Kelvin já tinha sido informado da morte da esposa na tarde de hoje.

Relembre o caso

Uma turista de 35 anos, identificada como Danúbia Daiane Reis, morreu na manhã de ontem após o veículo de passeio no qual ela estava com outras seis pessoas capotar na Duna do Guriu, em Camocim (CE).

Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima, natural de Mato Grosso, contratou um passeio com um adolescente de 15 anos, que se passou por guia e dirigia o veículo no momento do acidente.

"O adolescente ia guiando o veículo e em um determinado momento eles 'passaram direto' no morro. A informação que chegou para nós foi de um acidente com um óbito e várias pessoas politraumatizadas", afirmou o Coronel Sousa Júnior, do Corpo de Bombeiros do Ceará, em entrevista ao UOL.

Segundo ele, a vítima estava com o marido e com outros dois casais do mesmo estado no carro no momento do acidente.

Todos os ocupantes do veículo, inclusive o adolescente de 15 anos que dirigia o carro, ficaram feridos. O veículo ocupado pelas vítimas, uma caminhonete Tiggo 8 com capacidade para sete pessoas, ficou parcialmente destruído.

Imagens registradas por testemunhas antes do acidente mostram o carro do grupo de turistas atolado na duna. Nas fotos divulgadas pelo Corpo de Bombeiros é possível ver que pelo menos uma das vítimas feridas foi socorrida em uma maca.

Segundo a SSPDS (Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará), além do Corpo de Bombeiros, equipes da Perícia Forense e da Polícia Militar foram até o local do acidente. O caso é investigado pela Delegacia Regional de Camocim.


UOL

Postar um comentário

0 Comentários