Coronavirus: EUA aprovam remdesivir para tratamento


Medicamento mostrou eficácia contra o coronavirus

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na sexta-feira, 1º, que a agência americana reguladora de medicamentos e alimentos Food and Drug Administration (FDA) autorizou o uso do antiviral remdesivir para o tratamento de pacientes com o novo coronavírus. 
O uso deste antiviral foi aprovado depois que um grande teste clínico mostrou que reduz o tempo de recuperação em alguns pacientes com o novo coronavírus. Foi a primeira vez que um medicamento mostrou eficácia contra a doença.
A empresa anunciou anteriormente que doaria cerca de 1,5 milhão de doses. Isso equivale a aproximadamente 140 mil tratamentos, com base em uma duração de 10 dias.
O remdesivir, que é administrado por injeção, já estava disponível para alguns pacientes que se inscreveram ou participaram dos testes. A aprovação permite que seja distribuído muito mais amplamente e usado por adultos e crianças hospitalizadas que estão gravemente doentes.
COMO FUNCIONA
O remdesivir é incorporado ao genoma do vírus, causando um curto-circuito no processo de replicação.
Foi desenvolvido para tratar o Ebola, uma febre hemorrágica viral, mas não aumentou as taxas de sobrevivência como outros medicamentos.

Cnews

Postar um comentário

0 Comentários